“Comédias”, Martins Pena



18 de novembro de 2007

São as comédias que dão destaque a Martins Pena, o qual fundou o teatro nacional. Normalmente, após a apresentação de algum drama, os espectadores assistiam a uma breve farsa, cuja função era aliviar as emoções deixadas pela peça principal. Martins Pena, então, favorecido por João Caetano (o mais famoso ator e encenador da época), percebeu que podia dar ao gênero um caráter brasileiro, introduzindo tipos, situações e costumes facilmente identificáveis pelo público carioca.
Dentre as 20 peças que compõe este livro, uma delas é "O Noviço", uma das poucas em três atos. O roteiro gira em torno das crianças Carlos, sobrinho, Juca e Emília filhos de Florência, rica e viúva, vítima de um casamento por interesse com Ambrósio. Este programa o internato dos três, porque assim, Ambrósio ficaria com toda a fortuna de Florência.
A trama segue-se de forma hilariante na fuga de Carlos e na tentativa de desposar Emília, a qual é perdidamente apaixonado.
Outra peça famosa deste conjunto é "Os dois ou o Inglês Maquinista", os temas fortuna e casamento são apresentados novamente nesta peça pelo autor, funcionando como uma metáfora da própria realidade nacional, dominada no plano econômico pelos traficantes (aqui representado pelo personagem Negreiro) e pelo capital inglês (representado por Gainer). A moçinha da vez é Mariquinha, filha de um homem que todos achavam estar morto, e o grande culpado pelos conflitos, e apaixonada pelo primo Felício, brasileiro, que simbolicamente seria aquele que toma posse da riqueza da nação.
Esta é uma edição que tem apreciação crítica de Darcy Damasceno dos Santos, crítico literários que já realizou diversos estudos sobre outros autores como Gregório de Matos, Cecília Meireles entre outros.
 
O autor
 
Nascido no Rio de Janeiro, numa família pobre e órfão de pai, Martins Pena foi encaminhado pelos tutores à vida comercial. Estudou desenho, arquitetura e música. Em 1838, escreveu sua primeira comédia (O Juiz de Paz na Roça), encenada pela então conhecida companhia teatral de João Caetano. Em 1847, foi enviado a Londres, onde contraiu tuberculose e morreu no ano seguinte, deixando 20 comédias e seis dramas.
 
Título: Comédias de Martins Pena
Autor: Darcy Damasceno
Gênero: Teatro
Idioma: Português
Editora: Ediouro
Encadernação: Brochura (formato de Bolso)
Número de Páginas: 639
Preço: R$18,00