compartilhar
de de

Atentado suicida no Iraque mata 7 soldados e 5 civis em dia de votação

"Recuperamos o orgulho, a unidade, a soberania e a segurança do Iraque. Agora só precisamos completar a tarefa" (O Globo 03/03), anunciou o primeiro-ministro Nuri al Maliki a anciões tribais em Bagdá. Porém não é nem de longe o que se vê dias antes das eleições no Iraque. Uma série de atentados deixam claro que a única coisa que as tropas norte americanas conseguiram foi aterrorizar e reprimir a população e criar um clima ainda maior de instabilidade no país

Hoje mais dois atentados suicidas ocorreram deixando 12 pessoas mortas e dezenas de feridos, em sua maioria civis. Os atentados ocorreram em escolas que serviam de seção eleitoral uma no bairro de Mansur, zona oeste de Bagdá e outra no bairro de Bab al-Muazam, centro de Bagdá, onde, como parte das medidas de segurança para que as eleições possam ocorrer, militares, policiais, presos e pessoas hospitalizadas começaram a votar já nesta quinta-feira.